03 junho 2008

Tripel Karmeliet

Uma antiga receita de um monastério Carmelita belga foi a inspiração para a cervejaria Boostels criar a Tripel Karmeliet. Esta cerveja existe desde 1997, e leva em sua composição três tipos de grãos: cevada, trigo e aveia. Também é temperada com cascas de laranja e sementes de coentro, além de apresentar toques bastante condimentados provenientes de sua levedura.

É uma de minhas prediletas.

Tripel Karmeliet
8,0% ABV

Aparência: Dourado escuro, espuma densa e duradoura.
Aroma: Malte, cítrico (laranja), condimentado, caramelo, damasco. Bastante complexo.
Paladar: Malte, doce, compota de frutas, condimentado, damasco, cítrico.

Excelente cerveja!

Para ver uma harmonização com a Karmeliet, clique aqui.

9 comentários:

Rodrigo disse...

Olá Edu,
Por coincidência hoje li no livro Beer (2007) do Michael Jackson um comentário sobre a Boostels ter feito a Karmeliet com seis grãos diferentes (pág. 24). Até onde eu sabia realmente uma Tripel seria feita com três grãos diferentes. Uma dubel com dois. Estou certo, errado ou tem mais algum detalhe envolvido nesta classificação?
Ao chegar em casa vi o seu blog e fiquei mais confuso.
Será que você poderia esclarecer os detalhes para mim?

Obrigado.

Marcos disse...

Rodrigo, a Tripel Karmeliet leva três tipos de grãos, conforme o Edu citou. Todavia, estes são utilizados tanto na forma natural quanto maltada. Talvez por isso vc tenha lido que são utilizados seis tipos de grão.

Abraço

Edu Passarelli disse...

Rodrigo,

O Marcos respondeu com precisão. Valeu, Marcos.

Abraços

Rodolfo Paiva disse...

Prezados,

Sou novato como estudioso no ramo das cervejas e estou com uma duvida conceitual. Sou fã da Karmeliet e li em alguns sites que as cervejas do tipo Tripel recebem esta classificação por levarem três vezes mais maltes do que uma cerveja "comum". A classificação, segundo os sites consultados, seria a seguinte:

Dubbel - Cerveja do tipo Ale na qual o mestre cervejeiro adiciona o dobro da quantidade de malte do que uma cerveja “comum”.

Tripel - Cerveja na qual se adiciona três vezes mais malte do que em uma cerveja “comum”.

ABT/Quadrupel - São cervejas mais escuras e mais ricas, utilizando o quádruplo de malte do que em uma cerveja “comum”.

Peço ajuda aos amigos para esclarecimento dos corretos conceitos.

Abraço,
Rodolfo Paiva

Edu Passarelli disse...

Rodolfo,

Qual site forneceu esta informação?

Abraço

Rodolfo Paiva disse...

Edu,

Foi num site chamado Brejas. Segue o link para a página:
http://www.brejas.com.br/cerveja.shtml

Abraço,

Rodolfo Paiva

Edu Passarelli disse...

Rodolfo,

As informações estão equivocadas.

Existe muita discussão sobre o assunto, mas eu defendo a tese da densidade. Estas eram as medidas para medir a densidade original (antes da fermentação) das cervejas, já que na época não se podia medir o álcool.

Um abraço

Zezé Elias disse...

Estou lendo sobre a tripel karmeliet e degustando uma, que minha filha trouxe da Bélgica. Incrivel! O sabor desta cerveja é único, incomparável com todas que já degustei até hoje! Fantástica! Morram de inveja!!!! rsrsrsrsrsrs
Otavio M. Annibal - Conchas - SP

Edu Passarelli disse...

Que legal, Otavio!

Aproveite!

Abs