25 novembro 2013

Stift Engelszell - O oitavo monastério trapista e o fim da viagem.


Parti de carro de Frankfurt rumo a Engelhartszell an der Donau, na Áustria. Lá, às margens do rio Danúbio, está o monastério trapista Engelszell. Eles são o mais recente monastério trapista a obter o selo “Authentic Trappist Product" para suas cervejas. E para completar a #TrappistTour2013 , eu não poderia deixar de visitá-los.
Marquei horário com o cervejeiro Peter Krammer, dono da cervejaria Hofstetten, e que é responsável pelas receitas de Engelszell. Antes de sua chegada tive a honra de percorrer todo o monastério com Padre Marianus, monge responsável pelo lugar. Visitamos parte da clausura, o sanatório, igreja e a fabrica de licores. Durante o passeio, ele me contou que a idéia de produzir cervejas veio de Krammer, ao saber que o monastério precisava de recursos para obras em seu telhado e na torre da igreja. Com a chegada de Krammer fomos a pequena, mas moderna, cervejaria, onde degustamos os dois rótulos fabricados por eles.
Começamos pela Benno, o mais recente rótulo. Com 7,2% de teor alcoólico, a receita lembra uma saison. Passa por uma segunda fermentação em tanques, com levedura para vinhos.  É frutada, com notas de lembram chá preto, baunilha, cravo e caramelo. O mel, usado no priming, também aparece. Boa cerveja.
Seguimos para Gregorius. Tem 9,7% de teor alcoólico, com notas de maltes tostados lembrando toffee e chocolate. Frutas secas, mel e ameixa completam as sensações de aromas e sabores. 
Missão cumprida em grande estilo. Que venha a próxima Trappist Tour!
A moderna cervejaria

A foto está ruim, mas logo atrás da cervejaria está o rio Danubio.

5 comentários:

Gleison disse...

Uau!!! Queeee demais poder conhecer as cervejarias Trapistas...

Um dúvida. Eu, um turista comum, conseguiria conhecer essas cervejarias?
A Chimay pelo que vi, tem essa visitação, mais alguma tem?

Outra. O pessoal fala inglês tranquilamente? rs

Parabéns e obrigado mais uma vez Edu!

Edu Passarelli disse...

Gleison, tudo bem?

Que legal que vc curtiu! Tirando Chimay e Engelszell, todas as outras visitas são abertas a turistas. Na Chimay você pode visitar como turista apenas o mosteiro e tb se hospedar no Auberge. Em Engelszell você pode visitar o mosteiro.

Abraços

Samuel Schiavinato disse...

Nossa que massa Edu, e que inveja!!!

Meu verdadeiro sonho de viagem, tire uma dúvida. Por volta de quanto você que gastaria com esse tour?

Edu Passarelli disse...

Samuel, tudo bem?

A viagem (aéreo e hospedagem) sai por volta de 3 mil Euros, pra 7 dias. E lá você passa numa boa (comida simples e umas cervejas) com 100 Euros por dia.

Abraços

João Paulo Orlando disse...

Olá, Edu. Tudo bom? Desculpe, mas pra mim ainda não ficou claro. Em todas as cervejarias é possível visitar tanto a cervejaria quanto o mosteiro, com exceção da Chimay e Engelszell, que só é possível visitar o mosteiro? É isso? Outra coisa, é preciso fazer reservas ou é só chegar? Abraços!