18 junho 2009

Brasil Brau 2009 - XI CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA CERVEJEIRA


No próximo dia 25, quinta-feira, acontece dentro da Brasil Brau o XI CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA CERVEJEIRA. O evento contará com palestras de Randy Mosher (Designer de rótulos cervejeiros, entre eles Colorado, escritor e grande conhecedor de cervejas), Javier Gomez-Lopez (Flavor Activ) e Harald Schwarz (HopSteiner).

E sabe o que é o melhor de tudo? As palestras estão abertas ao público interessado, ou seja, você que busca se aprofundar mais na arte cervejeira tem a oportunidade de assistir a estas três feras da cerveja por apenas R$ 150! As inscrições, que eu aconselho, devem ser feitas rapidamente. Seguem as informações:

INSCRIÇÃO
A inscrição individual dá direito a participar das palestras, degustações e beer break.
Tradução simultânea não está prevista.
INVESTIMENTO
* Sócios da Associação COBRACEM (em dia): R$ 100,00 (Cem Reais)
* Não-sócios da Associação COBRACEM: R$ 150,00 (Cento e Cinqüenta Reais)

FORMA DE PAGAMENTO
DEPÓSITO EM CONTA CORRENTE
Banco Bradesco
Agência 2383-3
Conta Corrente 09324-6
Em nome de ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS PROFISSIONAIS EM CERVEJA E MALTE
IMPORTANTE
Para confirmação de depósito e garantia de inscrição, por favor enviar fax para (41) 33620584 ou e-mail para
cobracem@cobracem.org.br. Alternativamente, será necessária a apresentação de comprovante de depósito durante
BRASIL BRAU 2009.

A programação completa, com detalhes das palestras e currículo dos palestrantes, segue abaixo.

PROGRAMA
25JUN2009

8:15 h
ABERTURA – Associação COBRACEM

8:30 h
"A CERVEJA EM MINHA MENTE" Randy Mosher

9:00 h
“DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIA
SENSORIAL ATRAVÉS DE PADRÕES PARA
DEGUSTADORES PROFISSIONAIS DE CERVEJA” Javier Gomez-Lopez

10:30 h
BEER BREAK

11:00 h
"AVANÇOS NA PESQUISA E DESENVOLVIMENTO
DE LÚPULOS" Harald Schwarz

12:00 h
"A VERDADE EM MARKETING" Randy Mosher

1:00 h
ENCERRAMENTO – Associação COBRACEM


"A CERVEJA EM MINHA MENTE"
Nós todos sabemos como beber cerveja, mas degustar a cerveja criticamente é importante, seja simplesmente para desfrutá-la ao máximo ou para tentar fabricar cervejas de qualidade internacionalmente reconhecida para o mercado. Esta palestra aborda algumas das muitas razões para se degustar e alguns métodos utilizados, inclusive informações sobre o sistema sensorial que utilizamos para avaliar cerveja. Esta é uma jornada fascinante, uma vez que nos leva a algumas das partes mais profundas e remotas do nosso cérebro. A compreensão disto tudo nos ajuda a expander nosso vocabulário sensorial e degustar todas as cervejas com os sentidos despertos e aguçados.
RANDY MOSHER
Randy Mosher mora em Chicago e é consultor de criação e designer gráfico especializado em desenvolvimento de marca e desenvolvimento de embalagem para cervejarias artesanais norte-americanas e internacionais desde 1990. Mosher é membro do Instituto Siebel, a mais antiga escola cervejeira norte-americana. É colaborador regular em várias revistas dedicadas à cerveja nos EUA. Mosher é o autor de três livros sobre cerveja e fabricação: “The Brewers Companion (1991”), “Radical Brewing (2004)” e o mais recente “Tasting Beer”, que aborda os aspectos sensoriais e os estilos de cerveja.


“DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIA SENSORIAL ATRAVÉS DE PADRÕES PARA DEGUSTADORES PROFISSIONAIS DE CERVEJA”

Historicamente, degustadores de cerveja desenvolvem sua capacidade sensorial no decorrer dos anos através da degustação diária na cervejaria.
Muito freqüentemente faz-se uma correlação errônea entre a condição de degustador, o cargo de trabalho, o tempo de serviço e a capacidade sensorial. Segundo nossa experiência, a criação, a formação e a manutenção de um painel de degustadores profissionais de cerveja deveriam estar baseados na competência. A função profissional de degustadores, baseada na competência desenvolvida, otimiza a chance da análise sensorial estar sendo realizada pelas pessoas certas, que possuem as aptidões fisiológicas e psicológicas essenciais, assim como o nível necessário de motivação.
Uma vez que potenciais degustadores profissionais tenham sido adequadamente selecionados e testados, o treinamento sensorial estruturado facilita o rápido desenvolvimento de capacidade sensorial, incluindo elementos que mantêm elevados níveis de motivação e interesse considerados de grande importância para o sucesso deste desenvolvimento. Com o painel profissional já estabelecido, é dada ênfase ao monitoramento regular da performance dos degustadores e subseqüente manutenção das capacidades adquiridas. Na sessão prática de análise sensorial, os participantes terão
a oportunidade de degustar uma seleção de atributos sensoriais de cerveja. A intenção é apresentar 10 diferentes atributos sensoriais para reconhecimento – alguns atributos considerados de impacto positivo na qualidade da cerveja, e outros considerados como defeitos.

DR. JAVIER GOMEZ-LOPEZ
FlavorActiV Limited
Consultor em Gestão Sensorial

"AVANÇOS NA PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE LÚPULOS"

Serão apresentados resultados na área de biossíntese, melhoramento de variedades e cultivos, utilização no processo de fabricação de cervejas e outras aplicações não relacionadas à cerveja. Além disso, sobretudo desde o ponto-de-vista sensorial, serão exploradas as diferentes variedades de lúpulo de amargor e de aroma e também a comparação entre a técnica convencional de adição de lúpulos e a técnica conhecida como ‘dry hopping’.

HARALD SCHWARZ
HopSteiner – S.S. Steiner, Inc.
Vice-Presidente de Desenvolvimento de Negócio
"A VERDADE EM MARKETING"

Os consumidores de hoje estão ficando cada vez mais sofisticados. Os antigos paradigmas de marketing de desenvolvimento de marcas corporativas, com abordagem estéril, perduraram por cinqüenta anos e agora estão sendo substituídos por abordagens mais vibrantes, honestas e efetivas, e as cervejas artesanais estão liderando este caminho. Os consumidores querem produtos com estórias relevantes e ao alcance deles, e
acima de tudo, que sejam verdadeiras. Isto pode ser um estranho mundo novo, mas uma vez entendido, é na realidade uma abordagem muito mais natural no desenvolvimento de uma marca. Isto requer, contudo, que o fabricante e o designer trabalhem juntos numa verdadeira parceria para encontrar o mais profundo significado da marca e retransmitir este significado aos produtos nas prateleiras. (RANDY MOSHER)

2 comentários:

WEBeer disse...

Edu, voce sabe onde esta o link para fazer a inscricao?

Abracao!
Weber

Edu Passarelli disse...

Weber,

Mande um e-mail para cobracem@cobracem.org.br e receba as instruções.

Um abraço