28 maio 2008

Artesãos da Cerveja : Mauro Nogueira - Hop Wine

Ele é apaixonado por lúpulo e por cervejas inusitadas. Já ouvi de outros cervejeiros caseiros que, quando fazem cervejas em conjunto, é preciso segurá-lo no momento da lupulagem para que a dose não seja “inocentemente” aumentada. Estou falando do Mauro Nogueira, sócio da Confraria do Marquês e um dos fundadores da AcervA Carioca.

Pois quando foi sozinho às panelas, não teve quem o segurasse. O resultado é uma Índia Pale Ale com 11% de teor alcoólico e 150 IBU!!! Para batizá-la escolheu o nome Hop Wine, em português, vinho de lúpulo. O nome é uma paródia ao estilo barley wine, e Mauro ainda brinca: “- Acho que traduz melhor o conceito da cerveja: o lúpulo é o ingrediente principal dela ! A água é mero veículo, o malte e o açúcar são só pra virar álcool...”diz rindo.

A receita desta cerveja faz parte de uma trilogia de IPAs. Todas elas levam maltes simples, lúpulos de amargor Centennial ou Galena e muito Cascade para o aroma. A primeira, segundo Nogueira, é uma “normal”, com 6% de álcool e “apenas” 75 IBU. A segunda, 8,2% de teor alcoólico e 105 IBU, a qual degustei junto com o Bob, que publicou sua avaliação em seu blog. E a terceira é a poderosa Hop Wine.

Degustei a Hop Wine junto com alguns amigos, temendo que eles se espantassem com a força da cerveja. Engano meu. Todos ficaram maravilhados com o que provaram, e uma garrafa foi-se rapidamente.

Hop Wine
11% ABV

Aparência: Cobre, límpida, média formação e boa duração de espuma.
Aroma: Lúpulo intenso, floral, cítrico, maltes adocicados.
Paladar: Lúpulo tanto em sabor quando do amargor, este bastante equilibrado com o doce do malte. Frutas vermelhas, caramelo, cítrico.
Ótima cerveja, surpreendente.

2 comentários:

VdeAlmeida disse...

Excelente aspecto. E será parecida com uma barley wine? É que esse é um dos meus tipos de cerveja favoritos
Abraço, Edu

Anônimo disse...

Excelente cerveja. Tive a oportunidade de experimentá-la com o Sr.

Abraços,

Wago