13 fevereiro 2012

Bares onde eu bebo: Staminee De Garre


Achar o Staminee de Garre não é tarefa fácil. Em minha primeira visita a Bruges sai do hotel com o mapa em mãos tendo como primeira parada o Staminee, que fica na rua De Garre, número 1. Porém, a tal rua na verdade é uma vielinha, que tem como entrada um portão típico de uma casa. Penei para achar, mas assim que entrei no bar percebi que ali estava um dos meus lugares prediletos para beber uma boa cerveja no mundo.

Entrada da Viela

O ambiente do Staminee é simples, com um que de rusticidade. Poucas mesas no térreo e menos ainda no mezanino. É freqüentado basicamente pela população local e por apaixonados por cerveja. Sua carta traz boas produções belgas e no cardápio apenas poucas opções de comes. A cada cerveja pedida uma mini porção de queijo é oferecida como cortesia. Precisa de algo mais? 


Reserve espaço em sua degustação para a Tripel De Garre, cerveja da casa e uma das melhores tripels que já bebi. Notas frutadas intensas, bom corpo, álcool presente e algo condimentado são percebidos a cada gole. Uma delicia! 


Fiz um pequeno vídeo para mostrar o que é o ambiente deste mágico bar.


4 comentários:

Mateus Santos disse...

Impressionante as dicas que você passa no blog. Vou aproveitar que moro em Bruxelas para passar em Bruges para conhecer o Staminee. E, falando no blog, a pouco estava lendo sobre a sua ida a Westvleteren e queria saber como tu fez pra chegar lá! Estou muito tentado, mas ainda não arrumei meios.

Edu Passarelli disse...

Mateus,

Fico feliz em saber que você gosta do blog!

Vá ao Staminee. Boas cervejas e um ambiente pitoresco.

A visita a Westvleteren não é permitida. Porém, beber no In de Vrede (bar oficial do monastério - em breve por aqui) pra mim já é fantástico. E a cidade de Poperinge, bem perto dali, vale a visita. Arme um final de semana por lá!

Um abraço

RAFAEL MOREIRA disse...

Edu, o Staminee foi uma das melhores experiências cervejeiras que tive! Atmosfera fantástica tem o local. Quando fui só tinha locais e o recepcionista não gostou muito de receber oito turistas. Tive que implorar e dizer que só estava em Brugge para conhecer a Tripel.de Garre. Valeu cada minuto no bar!

Edu Passarelli disse...

Rafael,

Como eu disse, gosto muito de lá! Porém, depois de colocar o link deste post no Twitter, duas pessoas também mencionaram problemas com a garçonete que não gosta de turistas. Bom... comigo sempre foi tudo ótimo!

E a Tripel de Garre é demais, né!?

Abs