15 maio 2008

Cantillon Kriek

Cantillon Kriek5,0% ABV

Aparência: Rosa escuro, leve turbidez, média formação e duração de espuma.
Aroma: Cereja, Madeira, condimentos, azedo.
Paladar: Leve cereja, ácido, leve azedo, Madeira, leve doce.
É um estilo de cerveja bastante peculiar. Eu gosto, mas para tomar como aperitivo e em pequenas doses.

6 comentários:

Fabio Martelozzo disse...

Eu sei que a Cantillon é o ícone das lambics, mas você acha que a Belle Vue faz feio perto dela?

Afinal, para uma cerveja que causa tanta estranheza pagar o que vale a Cantillon, quando a Belle Vue sai por perto de R$ 5,00 é meio fora da realidade financeira.

Eu mesmo tomei a Belle Vue uma vez em pequena quantidade (dividi a garrafa em duas pessoas) e pareceu palatável, com alta refrescância e um sabor que lembrava um espumante, mas ao tomar uma garrafa sozinho achei um pouco enjoativa.

Como aperitivo ela é sim bastante interessante.

Edu Passarelli disse...

Fabio,

Apesar de ambas serem lambic e com a adição de cerejas, a Belle Vue é muito mais suave.

A Cantillon Kriek possui uma acidez bem maior, daquelas que chegamos a fazer careta quando damos o primeiro gole! Eu gosto, e bastante, na verdade. Consumo algumas Cantillon, e hoje já consigo apreciar e entender muitas outras características delas. Mas como disse, consumo sempre pequenas doses.

Por isso que eu me encanto cada dia mais pelo mundo cervejeiro. A diversidade é imensa e instigante. Temos cervejas para todos os gostos e paladares!!!

Abraços

Leonardo disse...

A cantilon é pra as cervejas o que é a Montanha Mágica para a literatura. É muito famosa, muita gente diz que gosta, só que é uma bosta!!!!!! Belle Vue é outra cagada, eta coisa horrível!!!!!!! Parecida com espumantes? só se for com a chuva de prata da cereser!Não veja nenhuma qualidade nas cantillon, só vejo defeitos. São intragáveis. hauahuhauha se deram conta que eu odeio essa cerveja, né? também depois de pagar 70 pilas numa e encontrar aquilo no copo....

Edu Passarelli disse...

Pois é, Leonardo. Assim como você, muitos outros não gostam de Lambics. Mas, até ai, dizer que encontra defeitos nelas é um equívoco de sua parte. Cervejas devem ser analisadas dentro do que elas se propõe a ser. Assim, portanto, uma cerveja com fermentação espontânea vai apresentar traços de ácido de azedo, e isso não é um defeito, mas sim uma característica dela. Procurar saber o que esperar de uma cerveja antes de abrir uma garrafa evita casos de insatisfação, como o por você mencionado.

E, como disse anteriormente, é por isso que eu me encanto cada dia mais pelo mundo cervejeiro. A diversidade é imensa e instigante. Temos cervejas para todos os gostos e paladares!!!

Um abraço

Tiago Peczenyj disse...

Então, tive o prazer de degustar uma Kriek 2002 Lou Pepe aqui no RJ, no BeerTaste [ www.beertaste.com.br ]. Realmente o termo "Montanha Mágica" cai como uma luva: é uma bebida muito complexa, que eu não encontrei nenhum paralelo adequado.

Eu publiquei o review no papodebebado.com/tag/Cantillon/ , afinal foi uma experiência forte, que causa uma saudade danada.

Edu Passarelli disse...

Tiago,

É sempre bom encontrar um apreciador de lambics. Bem vindo ao time!

Um abraço