09 abril 2008

Santa Mala dos Amigos : DogFish Head 120 Minute IPA

To much extreme to be called a beer?

Assim começa a explicação sobre a Dogfish Head 120 Minute IPA, a cerveja mais "potente" que já degustei.

Esta Imperial India Pale Ale americana é superlativa em todos os aspectos. Com 45º Platô de extrato, ela é fervida por 2 horas ininterruptas e lupulada constantemente neste período. Dai que vem o seu nome, 120 minute. Após a fermentação, ela passa um mês recebendo dry-hopping todos os dias. Ao final, tem-se uma cerveja com incríveis 20% de teor alcoólico, e 120 IBUS!!!



Randall The Enamel Animal. Fonte: dogfish.com

Mais lúpuloEm 2003, em uma brincadeira para aumentar a potência de lúpulo em suas cervejas, a DogFish Head desenvolveu um equipamento chamado Randall the Enamel Animal. Este aparelho faz com que a cerveja passe por dentro de tubos plásticos cheios de folhas de lúpulo. A grande presença de álcool na cerveja extrai óleos essenciais das folhas, e faz com que a cerveja fique ainda mais lupulada. Imaginem o resultado!!!

Como diz o fabricante, ela é o cálice sagrado dos lúpulomaniacos!


DogFish Head 120 Minute IPA

20% ABV

Aparência: Âmbar claro, boa formação e duração de espuma.
Aroma: Vinho do Porto, lúpulo, floral, herbáceo, madeira, malte, doce, frutado. Incrivelmente complexo.
Paladar: Malte, doce, frutas vermelhas, quente, cítrico, sabor e amargor de lúpulo, licorosa, álcool muito bem balanceado (apesar do alto volume). Muito complexo.
Cerveja incrível. Surpreende pelo teor alcoólico altíssimo, mas muito bem balanceado. Saborosa, complexa, única.

A embalagem menciona que ela envelhece bem. Pesquisando, descobri que ela pode durar até 10 anos. Deve ser uma experiência fantástica degustar um exemplar de guarda.

7 comentários:

Rodrigo disse...

Parece até mentira, mas acabei de ver este aparelho em funcionamento na televisão. Foi no programa maravilhas modernas do History Channel com o tema "cerveja".
Ótimo programa, principalmente para os cervejeiros de plantão.
Com direito a visita à fábrica e plantação de lúpulo da Weihenstephan e entrevistas com micro cervejeiros americanos, com destaque para Jim Koch da Samuel Adams.
Vai reprisar amanhã (10/04/08) ao meio dia no History Channel.

Claudinei disse...

Caraca, Edu! E eu que achava já ter visto quase tudo em matéria de cerveja! A Piraat deve parecer um "refresco" perto dessa aí... Você sabe dizer se essa cerveja leva adição de açúcar pra atingir esse teor alcoólico absurdo, ou é apenas a alta concentração de extrato?

Anônimo disse...

Onde consigo uma dessas?

Anônimo disse...

Eduardo,
Seu faro para descobrir grandes cervejas eh intrigante! Dificil eh depois ter que ir atras de exemplares para poder experimentar.
Parabens .

Pedro Fraga disse...

Estou tentando conseguir essa 120 Minute IPA faz um tempão e meus amigos, todos vacilões, "esquecem" de trazer pra mim.

Acho que vou ter que pegar um vôo pra poder adquirir uma :D

Edu Passarelli disse...

Rodrigo,
Vou assistir ao programa hoje. Valeu pela dica!

Claudinei,
Não sei ao certo. Mas pelo incrível equilíbrio entre o malte e o álcool, creio que não leve açúcar.

Anônimo 1,
Ela é vendida nos EUA. Um amigo me trouxe.

Anônimo 2,
Obrigado. Tomara que algum importador se interesse pelas cervejas da DogFish. Seria um grande presente ao paladar do brasileiro!

Pedro,
Graças a um amigo quase homônimo seu que eu degustei essa maravilha!

Abraços

Donna Chic disse...

Com cerveja!!!
ahuahauhauhau