04 janeiro 2010

Samuel Adams Utopias 2009

 
Todo ano procuro escolher para a primeira degustação uma cerveja marcante e especial, que brinde a chegada do ano em grande estilo. Em 2008 escolhi a Westvleteren 8 e em 2009 a Westvleteren 12. Depois de iniciar dois anos com cervejas de ponta (e diga-se de passagem, dois belos anos para mim), precisava de algo também especial para dar um “empurrãozinho” em meu 2010.
Logo no final do ano ganhei de um amigo americano uma garrafa da novíssima Samuel Adams Utopias, edição 2009. Estava ai um belo motivo para abri-la!
Segundo Jim Koch, fundador e cervejeiro da americana Samuel Adams, a Utopias 2009 usa maltes caramelo e munich e três variedades de lúpulo: Spalt Spalter, Hallertau Mittlefrueh e Tettnang Tettnanger. Para atingir a força alcoólica de 25%, alguns fermentos são usados, inclusive um especifico para champagnes. “Na verdade ela é um blend de produções, algumas com mais de 16 anos maturando em madeira,” diz Koch. Os barris usados na maturação são da premiada destilaria Buffalo Trace, e neste ano barris portugueses de antes usados em uva Moscatel também foram empregados. Para finalizar, parte da cerveja matura em barris de conhaque e brandy, trazendo estas características para o liquido.
Ao final, a cerveja é acondicionada em garrafas de cerâmica que imitam pequenos tanques antigos de cobre para brassagem. Estas garrafas são produzidas pela brasileira Ceramarte! São apenas 20 mil garrafas da edição 2009, que já sai da fábrica como uma raridade!
Minha garrafa, de número 12710, passou por uma curiosa jornada antes de chegar as minhas mãos. Por uma lei do Estado de Massachussetts, as lojas que vendem as cervejas não podem divulgar via telefone ou internet os produtos que estão disponíveis. Como a Samuel Adams não vende diretamente as cervejas, meu amigo teve que bater de porta em porta até achar uma loja que tivesse a Utopias à venda. Ainda bem que deu certo!
Feliz 2010 a todos vocês, queridos leitores!
Samuel Adams Utopias 2009 – No 12710
25% ABV
Aparência: Acobreada, sem nenhuma formação de espuma. Límpida e com aparência viscosa.
Aroma: Vinho do Porto, conhaque, baunilha, caramelo, uvas passas e algo que me lembra trufas brancas.
Paladar: Vinho do Porto e conhaque logo na primeira impressão. Depois, melado, baunilha, canela, madeira, doce de malte (ouso dizer que é o sabor do munich) e álcool, muito bem inserido.
Cerveja espetacular!
Para ver a degustação da Utopias 2005, clique aqui.

8 comentários:

Germano Jaeschke Schneider disse...

Então no Brasil, nem pensar em encontrar esta cerveja?

Sulivan disse...

Que bela maneira de começar 2010, Edu.
Isso sim é um Happy New Bier!

Abs,

Sulivan

Edu Passarelli disse...

Germano,

Por enquanto não. Vamos ver se alguém consegue trazer, apesar de eu achar bem dificil... Uma pena!

Sulivan,

Sem dúvidas foi um Happy New Beer! rsrsrsrs

Abraços

Ricky disse...

Nossa, tomei um Gosset Milesime, mas isso foi realmente cruel Passareli. Postar uma beleza dessas .. rara... no blog...
Agora terá que nos ajudar a obter uma "especie" dessas.

Ricardo Mansano

Rodrigo disse...

Meu Deus! Deu água na boca. Eu queria pelo menos a taça original da cerveja...já ficaria um pouco satisfeito, já que a cerveja propriamente dita vai ser beeemm difícil.

Edu Passarelli disse...

Rodrigo,

A taça é linda. É de cristal, feita pela Riedel.

Abs

Rodrigo disse...

Edu, sabe onde posso encontrar essa taça pra comprar?
Descobri seu blog a pouco tempo, mas já virei fã. Parabéns pelo trabalho.

Um abraço.

tanto clichê . deve não ser disse...

Tá aí um cara de sorte. Começar o ano com 3 cervejas dessas, para um brasileiro, é tarefa quase impossível. Que inveja! Sobrou a garrafa, ao menos? rs Você coleciona? Vende?