15 dezembro 2008

Juliano Mendes deixa o Grupo Schincariol

A partir de amanhã o mundo das cervejas especiais deixa de contar, ao menos momentaneamente, com uma de suas figuras mais ilustres e importantes. Juliano Mendes, ex- sócio da cervejaria Eisenbahn deixa o Grupo Schincariol. Junto com ele seu pai, Jarbas, e seu irmão, Bruno, também seguem o mesmo rumo.

Juliano e a família Mendes foram figuras de extrema importância na história da cerveja no Brasil. Construíram não só a Eisenbahn, grande referência de boas cervejas aqui e no mundo todo, mas também lutaram dia a dia para educar o brasileiro a beber melhor.

Durante minha vida cervejeira construí boas amizades e sem dúvidas a com o Juliano foi uma das mais sólidas e verdadeiras. Estive por inúmeras vezes em Blumenau, todas as vezes com a Eisenbahn como destino principal, onde, sem exceção, sempre tive ótimos momentos. Um deles, o da foto acima, foi em minha primeira visita à vinícola onde a Lust passa pelo champenoise.

Cabe a nós, apreciadores da boa cerveja, agradecer a eles e desejar sucesso aos seus novos passos.

Que o legado deixado pelos Mendes seja bem administrado!

9 comentários:

Anônimo disse...

Edu, tudo bem??

Sem duvida a família Mendes abriu muitas portas no movimento cervejeiro nacional, espero que logo eles estejam de volta ao mercado!

E por falar em cervejarias catarinenses, vi no site da Schornstein que eles estão abrindo uma fabrica aqui em São Paulo, sabe dizer onde vai ser a unidade paulista deles?? Tem mais noticias sobre o assunto??

E quanto o Melograno, qual a programação agora para o final do ano??

Abraços,

André Santiago.

Edu Passarelli disse...

Olá André, tudo bom!

Sobre a Schorstein, o que posso adiantar é que fica bem próximo a SP, num local florido...rs

A Melograno vai parar somente dia 24 e entre 29 e 1. Passe por lá para tomarmos uma cerveja!

Um abraço

Rodrigo disse...

Olá Edu,
Para o mundo da cerveja, fico sem saber se esta é uma notícia boa ou ruim. Explico. Primeiramente já vimos que, por enquanto, o grupo Schincariol não alterou a qualidade das micros adquiridas. Depois, duvido que o Juliano, que deve ser um cara apaixonadíssimo por cerveja, consiga se manter longe desse mundo cervejeiro por muito tempo. Será que vem "coisa" nova por aí? Espero que sim. Vida longa à boa cerveja, e àqueles que a apóiam!

Uma coisa é certa, apesar de o grupo Schincariol estar fazendo um grande trabalho de distribuição nacional das suas marcas premium (Baden, Eisenbahn e Devassa), está faltando melhor preparo dos restaurantes e bares que as servem. Aqui em Fortaleza, vemos Eisenbahn Kolsh sendo apresentada como cerveja de trigo e servida no copo da weizen com aquela mexidinha na garrafa no final. Devem achar muito bonito, mas não sabem nem mesmo para que serve.

Edu, aproveito a oportunidade e te convido para dar uma olhada no meu blog cervejeiro, www.paraquevocerveja.blogspot.com .Tomei coragem para começar e vou tentar apresentar este maravilhoso mundo da cervejas para mais pessoas. Quero muito mudar esta realidade. Já pensou um dia ter um mercado consumidor gigante para boas cervejas?

Uma abraço.
Rodrigo Campos.
Fortaleza - Ce.

Anônimo disse...

Olá Edu, eu aprecio a Cerveja Eisenbahn, pelo que eu entendi ela vai acabar, ou a schincariol vai continuar distribuindo?
obrigada, abraços,
roberta.

Felipe Pellegrino disse...

Sucesso a familia Mendes em seu próximo empreendimento... e mais sucesso ainda se for no ramo cervejeiro! ;)

Edu Passarelli disse...

Rodrigo,

Pelo que me consta, por contrato os Mendes devem ficar fora do mercado cervejeiro por alguns anos.

Acho que o grupo Schincariol está de adaptando ao trabalho com cervejas especiais e certamente vai realizar um bom serviço.

Quanto ao blog, parabéns, está muito legal!

Abraços

Edu Passarelli disse...

Roberta,

A cerveja Eisenbahn vai continuar.

Em maio deste ano a cervejaria foi comprada pelo Grupo Schincariol, e a familia Mendes ainda permaneceu trabalhando com a Schin.

Abraço

Anônimo disse...

Putz eu n acredito!!!
Agora fiquei triste.....
N tenho tanta ctza de que a schin fara um bom trabalho sem o jarbas, e o juliano por ali!!!!
Mas,,,,,
paciencia....
Abs Edu
Guilherme

Anônimo disse...

Fizeram muito bem pois Schincariol não é uma empresa séria,aonde seus Diretores e Gerentes Regionais são incompetentes e estão perdendo Share no mercado brasileiro e não sabe investir em pessoas competentes.