13 outubro 2008

Santa Mala dos Amigos: Samuel Adams Old Feeziwig Ale


Trata-se de uma spiced ale que faz parte do grupo de três cervejas sazonais chamado “Winter Classics Mix Pack”, ou “Pacote de Clássicos para o Inverno”, todas criadas especialmente para o Natal. A Old Fezziwig foi produzida pela primeira vez em 1995 e a cervejaria a descreve como um grande cookie de natal de cerveja!

Samuel Adams Old Fezziwig Ale5,9% ABV

Aparência: Marrom avermelhado, boa formação e média duração de espuma.
Aroma: Malte, chocolate, condimentado, canela.
Paladar: Malte, leve tostado, doce, chocolate, frutado, canela, picante.

4 comentários:

Luiz Fernando disse...

Comprei uma garrafa dessa em Manaus, em uma loja de importados. Duas coisas muito irônicas disso é que nunca mais achei ela em nenhum outro importador brasileiro e que o dono da loja, que queria investir em cervejas "especiais", nunca tinha ouvido falar de Eisenbahn.

Mas bem, Manaus é um mundo à parte mesmo...

Edu Passarelli disse...

Que coisa, hein Luiz! Desse jeito vou acabar fazendo uma visita a Manaus! rsrsrsrs

Você gostou da cerveja?

Um abraço

Dr. Rodrigo disse...

Olá Edu,
Passei 10 dias sem ver seu blog. Estava numa missão importantíssima:
Conhecer a Oktoberfest de Blumenau e as cervejarias do vale do Itajaí!
Muito boa a festa, e principalmente as cervejas. Quatro delas em especial me agradaram muito: a Helles Bock (que eu saiba a 1ª do Brasil)da Zehn Bier, a Braunes Ale da Das Bier, a Bock da Schornstein e a Porter também da Zehn bier.
Recomendo a todos, lembrando que para degustar é sempre melhor visitar as cervejarias.

Quanto a este post, onde é que nós podemos encontrar cervejas como essa? Sou louco para colocar minhas mãos em cervejas artesanais americanas mas são super difíceis de encontrar.

Abraço.

Rodrigo Campos
Fortaleza - CE

Edu Passarelli disse...

Rodrigo,

Tenho certeza que foi uma bela viagem! A Oktoberfest, principalmente na parte das microcervejarias, é maravilhosa! Concordo com você quanto a sua opinião sobre as cervejas degustadas. Além delas, dá para acrescentar outras boas à lista!

Esta americana, e outras aqui degustadas, vieram da mala de amigos ou trazidas da Europa. Por aqui, infelizmente, ainda não podemos comprá-las.

Um abraço