06 setembro 2007

Diário de Bordo: Duchesse de Bourgogne


A Duchesse de Bourgogne é uma Sour Ale belga que me surpreendeu bastante. Nunca havia provado uma no estilo, e imaginava que o azedo seria algo intragável. Porém esta cerveja se mostrou complexa, e por incrível que pareça, como um azedo “equilibrado”. Ela é um blend de duas ales, uma com 18 meses de maturação e outra com 8 meses. Ambas maturam em carvalho, e nestes tanques que bactérias agem na cerveja, trazendo o azedo que o estilo requer. Deles também vem claras notas de madeira encontradas na Duchesse. É uma cerveja interessante. A cervejaria responsável pela produção é a Verhaegue.

Duchesse de Bourgogne
6,2% ABV

Aparência: Rubi, escura, boa formação e duração de espuma.
Aroma: Toques azedos, ácido, maça, cereja, cítrico.
Paladar: Toques azedos, malte, carvalho, frutado, adocicado. Complexo.

2 comentários:

Leonardo disse...

Uma vez joguei fora pelo ralo uma CAntillon Grande Cru inteira! mesmo acostumado com acidez em bebidas (amo vinhos) e gostar dela, nessa lambic me pareceu simplesmente intragavel. Na verdade acho que a cerveja estava ruim (embora rolha ok, etc...), mas nunca vou sber ao certo, já que taquei fora...

Edu Passarelli disse...

pois é Leonardo, estas cervejas são bem peculiares mesmo. Acho que faço parte do restrito grupo que as aprecia! rs
Abraços